5 motivos para uma grande empresa adquirir uma startup

Os grandes grupos e empresas estão cada vez mais interessados em trabalhar com as startups.  

Algumas companhias preferem investir diretamente em startups inovadoras. Essa prática é conhecida como Corporate Venture Capital, ou capital de risco corporativo, e é feita por meio de acordos de joint venture, aquisição de participações acionárias, aquisição de softwares e licenças, aquisição de propriedade intelectual, entre outros. 

A empresa investidora também pode fornecer à startup conhecimentos especializados em gestão, finanças, marketing, direcionamento estratégico e até uma linha de crédito. 

As grandes corporações começaram a ser atraídas pelas startups porque viram que o modelo de negócios mais tradicional tinha muitas falhas e pontos fracos, já as startups apresentavam um crescimento exponencial. 

Enquanto as startups são dinâmicas e buscam ágeis em seus processos, as empresas tradicionais costumam manter processos mais engessados e, consequentemente, demorar mais na hora da tomada de decisões estratégicas, passando a decisão por diversos departamentos até chegar no OK final. 

Este é apenas um dos motivos pelas quais um grande grupo decide adquirir uma startup. Quer saber quais são os outros motivos? Confira em nosso artigo: 

1Aumento no ROI 

Mesmo contando com uma equipe enxuta e sem muitos recursos disponíveis, as jovens empresas contam com uma ótima base tecnológica e são altamente escaláveis, sendo capazes de obter resultados rápidos e exponenciais. Tudo isso com um grande ganho de produtividade. Por isso, elas podem conquistar multidões. Além disso, geram milhões em faturamento em um curto período de tempo e podem trazer ótimos resultados em longo prazo. 

A vantagem de uma grande companhia adquirir uma startup de fase inicial é que ela pode realizar investimentos de valores menores (como o seed e o investimento-anjo), mas apresentando um grande potencial de retorno, principalmente quando falamos em startups bem-sucedidas. 

2Resolução de problemas 

A resolução de problemas faz parte do DNA das startups, e é por isso que elas existem: para resolver as dores que as grandes empresas ainda não conseguiram solucionar.  

Desta forma, a atuação das startups se estende não apenas a trazer melhores soluções aos problemas dos clientes, mas também solucionando os problemas das grandes empresas, seja a partir da disponibilização de profissionais, metodologias, processos ou até mesmo produtos e serviços inovadores. 

As startups vêm para identificar e solucionar alguma dificuldade atual da empresa (que nem mesmo ela sabia que tinha) e melhorar processos e serviços já implementados. 

3Aprendizado para gestores e equipe 

A parceria entre uma grande organização e uma startup coloca ambas as equipes em sintonia, com o mesmo propósito. E isso pode ser uma importante fonte de aprendizado para ambas as partes. 

Isso porque a startup fornece todo o conhecimento de sua equipe, suas metodologias inovadoras e contribui positivamente com a transformação digital dentro da companhia. 

A companhia, por sua vez, auxilia a startup em processos mais complexos, cuidando de todas as legislações, cuidados específicos e exigências maiores. 

Nesse sentido, a parceria entre uma grande empresa e uma startup é bagagem para todos os profissionais, que aprendem muito tanto com a organização parceira quanto com suas ações após a efetivação da relação. Consequentemente, todos ficam mais rapidamente preparados para lidarem com os requisitos e as especificidades do crescimento. 

É importante frisar que startups podem atuar em qualquer área da empresa: compras, vendas, recursos humanos, logística, financeiro, produção, gestão, TI, P&D etc. Ou seja, as possibilidades de inovar na sua empresa através de startups são inúmeras, bastando estar atento ao mercado, permanecer com as portas abertas para esta cooperação e escolher bons parceiros para otimizar esta relação. 

4. As startups são o futuro 

As empresas que farão sucesso daqui cinco, 10 ou 20 anos estão sendo criadas hoje. Há dez anos quem imaginaria que Uber, iFood, 99 ou Airbnb seriam o que são hoje? Elas eram inexistentes até então, e hoje são avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares. 

O consumidor atual está sempre em busca de praticidade e custo-benefício. E as tecnologias e inovações que facilitam a vida das pessoas tendem a dar certo nos dias de hoje. E quem protagoniza essas inovações? Exatamente, as startups. Ao adquirir uma startup, as grandes corporações têm a possibilidade de investir em algo que pode ser seu maior sucesso dos próximos anos. 

5. As startups evoluíram 

Grandes companhias passaram a dar mais valor às startups porque elas evoluíram. Ao contrário de alguns anos atrás, hoje as startups têm mais capital disponível graças aos programas de aceleração e aos investimentos. Isso deu mais credibilidade às empresas iniciantes e também as tornou mais maduras e preparadas para enfrentar o mercado com toda a infraestrutura e profissionais capacitados, sempre com um olhar a frente. 

A tegUP sabe a importância de apoiar as empresas emergentes. Por isso, busca startups que ofereçam produtos, serviços e inovação relacionados ao universo da logística digital e dos transportes, e oferece todo o tipo de suporte para acelerar seu crescimento. Contamos com uma estrutura completa pronta para ajudar as startups de logística, oferecendo não só o investimento direto necessário, mas uma série de benefícios e incentivos, como coaching, mentoria, apoio à gestão, espaço de coworking, laboratório real para testes e acesso ao networking da Tegma. 

Uma vez confirmada a compra, ainda há alguns obstáculos pela frente. Como já dissemos anteriormente, as startups costumam ter processos muito mais ágeis e dinâmicos, enquanto as grandes empresas têm processos mais burocratizados.  

Mas nada que um bom alinhamento entre as equipes e entre os processos das duas empresas não resolva. 





© TegUP Ventures 2022. Todos os direitos reservados. Imagens meramente ilustrativas.

Siga-nos nas redes:

Facebook Linkedin Instagram
.