Corporate Venture: quando grandes empresas investem em startups emergentes

Corporate Venture é um conceito que vem sido largamente aplicado no setor corporativo, principalmente no universo das startups e empresas de tecnologia. 

Ele ocorre quando grandes empresas investem tanto em startups quanto nas ideias inovadoras dos próprios funcionários. Desta forma, empresa e startup podem prosperar juntas, formando negócios lucrativos e escaláveis. 

Esse crescente movimento realizado pelas grandes empresas – muitas delas gigantes e líderes de mercado – tem diversas vantagens. Uma delas é a busca por inovação disruptiva de maneira mais rápida e mais barata.  

Se uma grande corporação optasse por inovar por conta própria, levaria muito mais tempo e gastaria muito mais recursos. 

Já quando a prática envolve o investimento sistemático em startups – que já estejam ligadas à atuação da companhia – os custos e os prazos são diminuídos, visto que a startup já conta com equipe especializada à disposição e, caso necessite de mais infraestrutura, contará com o apoio da empresa investidora no projeto. 

O Corporate Venture pode acontecer de duas formas. E as duas formas podem se completar.  

A primeira consiste em usar os recursos da própria empresa investidora – pessoas, dinheiro, infraestrutura etc. este é chamado Corporate Venture Interno (CVI). 

Já a segunda, chamada de Corporate Venture Externo (CVE), ocorre quando a empresa investidora aposta em projetos criados pela startup, gerando interação e envolvimento entre as equipes. 

Em alguns casos, as empresas investidoras também exercem uma participação acionária nas startups. Esse formato é conhecido como Corporate Venture Capital (CVC) e a empresa pode optar por investir diretamente na startup ou então em fundos de investimento. 

A empresa também pode escolher entre um modelo de aquisição de participação minoritária, sem aquisição do controle da empresa ou em um modelo de aquisição de controle parcial ou total da empresa. 

Algumas das empresas mais valiosas do mundo (Google/Alphabet, Facebook, Amazon, Tencent e Alibaba) são ex-startups, e cresceram exponencialmente, mudando completamente o ambiente de negócios da qual fazem parte. Esse crescimento acelerado e bem fortalecido muito se deve à prática do Corporate Venture. 

O objetivo do Corporate Venture vai muito além de atingir os objetivos financeiros das empresas envolvidas, mas pode ser também uma forma de melhoras os objetivos estratégicos de ambas, disponibilizando, por um lado, equipe qualificada e ideias inovadoras e, por outro lado, investimento e infraestrutura para colocar as ideias em prática. 

Sobre o Autor    

A tegUP é uma aceleradora de startups e braço de inovação aberta da Tegma Gestão Logística. A aceleradora apoia startups e empresas de tecnologia transformadoras que ofereçam produtos, serviços e tecnologia relacionados ao universo da Logística, apresentem alto potencial de evolução e necessitem de algum tipo de suporte para acelerar seu crescimento.   

Saiba mais: www.tegup.com





© TegUP Ventures 2022. Todos os direitos reservados. Imagens meramente ilustrativas.

Siga-nos nas redes:

Facebook Linkedin Instagram
.